TIC Domicilios e Usuários 2005 - Desenho Amostral

A amostra de pessoas foi feita de forma estratificada, com os estratos geográficos de áreas urbanas1 de 15 regiões do Brasil. Dentro de cada região foi alocada um número de entrevistas tal que fosse possível obter resultados para aquele estrato, com pequena margem de erro e ao mesmo tempo sem tornar necessário o uso de fatores de ponderação muito grandes. Convencionou-se então que um número mínimo de 500 entrevistas seriam feitas por extrato. Além disso, houve uma overcota de usuários de internet para os estratos onde, segundo a PNAD 2003 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), a penetração de internet nos domicílios fosse menor. Esta overcota buscou um número de entrevistas suficiente em cada estrato para se obter resultados confiáveis em algumas questões que tinham como população alvo os usuários de internet.

A amostra do projeto TIC DOMICÍLIOS e USUÁRIOS foi feita considerando uma estratificação do Brasil segundo as 15 regiões abaixo:

Estratos População PNAD 2003 Entrevistas Overcota Internet
RM SP 18684954 504 0
RM RJ 11251811 504 12
RM BH 4625670 504 24
Outros Sudeste 41054146 600 24
RM Salvador 3195513 504 40
RM Recife 3475907 504 48
RM Fortaleza 3177772 504 60
Outros Nordeste 39629837 600 76
RM Belem 1880855 504 56
Outros Norte 8526754 600 76
RM Curitiba 2946165 504 0
RM POA 3879464 504 8
Outros Sul 19268627 608 20
Brasília 2200238 504 0
Outros Centro-Oeste 10168339 600 48
Total 173.966.052 8048 492

A amostra em cada estrato foi alocada de forma a ter-se uma base mínima para leitura dos resultados dentro de cada região. Como um dos objetivos principais da pesquisa foi estudar características relacionadas ao usuário de internet, fez-se uma overcota de usuários de internet dentro de cada região de forma que se pudesse ter uma base para tirar resultados dentro deste público. O tamanho da overcota dentro de cada região foi definido com base na penetração de internet nos domicílios encontrada na PNAD 2003. Assim, foi calculado o número esperado de usuários de internet que haveria dentro de cada estrado, e a overcota foi feita para completar 100 entrevistas com usuários por região.

 

Margem de erro da amostra

Regiões Amostra Erro Aprox. Expansão erro internet aprox. min.
Norte 1100 3,0% 132  
Centro Oeste 1100 3,0% 45  
Nordeste 2100 2,2% 221  
Sudeste 2100 2,2% 53  
Sul 1600 2,5% 24  
TOTAL 8000 1,1% 475 4,6%

N erro aprox.
500 4,5%

Na tabela acima encontra-se a margem de erro da pesquisa respectiva às regiões do Brasil. A coluna "Amostra" relaciona o tamanho da amostra referente a cada região. A coluna "Erro Aprox." relaciona erro amostral aproximado. O erro amostral que é o percentual indicado sobre o percentual apurado para mais ou para menos. A coluna "Expansão" indica o número de entrevistados da overcota. Por fim o "N" na tabela seqüente representa "número de entrevistados". O valor "500" foi o número mínimo de entrevistas por extratos.

Cada uma das 15 regiões, no contexto de amostragem, representa um estrato. Dentro de cada estrato foi feito o sorteio dos municípios, sendo eletivo para este sorteio todos os municípios pertencentes ao estrato. O sorteio dos municípios foi feito com probabilidade proporcional a sua população (PPS Sampling), e de forma sistemática. Dentro de cada estrato, a listagem dos municípios usada para o sorteio da amostra foi estratificada implicitamente pela renda familiar em um primeiro momento e depois pelo nível de urbanização (percentual da população do município que reside em setores censitários considerados urbanos pelo IBGE). O conceito de estrato implícito significa que não há uma distribuição da amostra dentro dos estratos, mas a ordenação da lista segundo os estratos garante que os municípios sorteados serão representativos das variáveis usadas na estratificação.

Uma vez sorteado o município, dentro dele foi sorteado o setor censitário onde seriam feitas as entrevistas. O sorteio do setor censitário foi feito da mesma forma que o sorteio do município, ou seja, com probabilidade proporcional ao tamanho da população, e, em municípios maiores, com estratificação implícita dos setores antes do sorteio sistemático.

As entrevistas foram realizadas, assim, dentro do setor censitário sorteado, obedecendo a cotas de idade, instrução e PEA cruzadas pelo sexo, cotas estas proporcionais aos dados populacionais encontrados na PNAD 2003. Mesmo para a overcota de usuários de internet foram feitas cotas segundo perfil da população moradora em domicílios com internet, encontrado na PNAD 2003. As entrevistas são domiciliares com questionário estruturado.

No total foram sorteados 234 municípios, sendo que cada um continha pelo menos dois pontos (setores censitários) onde deveriam ser realizadas 8 entrevistas. Assim cada município devia ter no mínimo 16 entrevistas. Para a overcota foram definidos pontos de 4 entrevistas nos mesmos municípios onde foi feita a amostra normal. Para cada região, dependendo do tamanho da respectiva overcota, foram sorteados municípios dentre os municípios já sorteados para a amostra normal. Os municípios sorteados para a overcota passaram a ter então no mínimo 3 pontos, sendo 2 da amostra normal e 1 da overcota. Como os pontos de overcota foram de 4 entrevistas, isto garantiu uma boa distribuição destas entrevistas, sendo que 84 municípios tiveram entrevistas de overcota.

Dentro dos 234 municípios da amostra foram sorteados 1129 pontos amostrais entre a amostra normal e a overcota, estes pontos são os setores censitários.

Houve ainda uma etapa de validação da amostra, onde comparamos o perfil da população dos municípios sorteados com o perfil da população total do Brasil, considerando várias variáveis de interesse. A tabela abaixo mostra a validação da renda familiar. Notamos que tanto na amostra quando na população a distribuição das faixas de renda é muito semelhante.

Faixas de Renda Familiar Amostra TIC População
Até R$350 7 7
De R$350 a R$600 10 14
De R$600 a R$800 12 12
Mais de R$800 70 67
Total 100 100

Metodologia Geral


Pesquisa de campo + Dados secundários do CENSO (PNAD 2003)

 

1 De acordo com o IBGE, área urbana é a área interna ao perímetro urbano de uma cidade ou vila, definida por lei municipal.