Ir para o conteúdo

TIC SAúDE - 2018

Enfermeiros



PROPORÇÃO PARA O INDICADOR F3 – ENFERMEIROS COM ACESSO A COMPUTADOR NO ESTABELECIMENTO DE SAÚDE, POR IMPACTO DO USO DE COMPUTADOR OU INTERNET DURANTE O TRABALHO DO PROFISSIONAL NO ESTABELECIMENTO
Total de enfermeiros com acesso a computador no estabelecimento de saúde
Percentual (%) Diminuiu a carga de trabalho Aumentou a carga de trabalho Não aumentou nem diminuiu a carga de trabalho Não sabe Não respondeu
TOTAL 17 23 58 0 1
ESFERA ADMINISTRATIVA Público 19 23 57 0 1
Privado 14 24 60 0 1
REGIÃO Norte 22 17 57 1 3
Nordeste 28 20 50 0 2
Sudeste 12 23 64 0 0
Sul 19 25 56 0 0
Centro-Oeste 14 37 48 0 1
TIPO DE ESTABELECIMENTO Sem internação 13 21 64 0 1
Com internação (até 50 leitos) 12 24 62 1 1
Com internação (mais de 50 leitos) 21 25 52 0 1
IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE Pública UBS  16 32 51 0 1
Não UBS 18 21 60 0 1
FAIXA ETÁRIA Até 30 anos 23 13 63 0 1
De 31 a 40 anos 14 26 59 0 1
De 41 anos ou mais 18 26 55 1 1
LOCALIZAÇÃO Capital 19 25 55 0 1
Interior 16 23 60 0 1
  • Fonte: CGI.br/NIC.br, Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos estabelecimentos de saúde brasileiros – TIC Saúde 2018.